I am not

I am not
quotation

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Derrida: citações

"O segredo é o que resiste à política, à transparência."

"A heterogeneidade está no coração [au coeur] da homogeneidade do si [soi] ou do sujeito."

"Desejo: é eu ter desejo de coisas que não têm necessidade de mim."

"Traço, inscrição: está para lá da presença e da consciência. O traço pode ser uma marca no corpo, a marca de uma circuncisão."

"Ler é decifrar o cálculo de uma protecção de si. A escrita é cálculo."


Jaques Derrida


13 comentários:

SGC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Oliveira Jorge disse...

Obrigado. Lembre-me só sff quem é e de que lado do Atlântico está... é que a comunicação cria este ruído... parece que estamos dentro de uma gaiola de milhões de pássaros, eu incluído. Obrigado!

SGC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Oliveira Jorge disse...

Ornitologia para freiras?! Que imaginação.Ah, claro, foi porque eu falei de gaiola. É que um dia percorri umas 3 horas de avião sobre o Zambeze na companhia do imprescindível piloto e de uma gaiola de periquitos que faziam um som danado. Eram muitos! Acontece que com as acrobacias do piloto para me mostrar lá em baixo os hipopótamos e com as minhas tentativas para tirar fotografias naquele ambiente instável, o som dos belos pássaros me ia pondo louco.
Bem, as freirinhas, de facto, uma das poucas coisas bonitas que podiam fazer era a ornitologia dos pássaros que vinham ter aos claustros. Ou mesmo dos passarões...
Conhece certamente a ornitológica actividade do Messiaen, que esse sim, utilizou bem a música dos pássaros...marilhoso compositor!

Vitor Oliveira Jorge disse...

queria dizer maravilhoso... ando a ter muitos lapsus linguae...ainda me vou tornar pássaro.

SGC disse...

Sim, de facto, foi pq falou( de gaiolas e pássaros) e era uma gorada tentativa de fazer humor :P.
Conheço Messaien (e a sua actividade ornitológica), claro, é um bom compositor, mas o q acho mais aparentado com um som de um pássaro (s) é a flauta ( a solitária, maravilhosa flauta) do "L'Après-midi d'un faune", do Debussy e alguns concertos do Avison(creio q tb conhecerá,mas se n tiver nada dele, posso enviar alguns links com downloads.)Mas estes exemplos que referi são idiossincrasias minhas.
De qualquer forma, mais uma vez,obrigada pela sua amabilidade. :-)

susjorge disse...

Adorei este diálogo ornitológico! Viva, Clara Schumann!!!

Outra sujestão: CAT POWER a cantar SHE S GOT YOU (é do album Jukebox)!!

Vitor Oliveira Jorge disse...

Avison não conheço!
Agora creio que Messiaen é mais que bom, é de arrepiar.É um génio, problema difícil dde perceber...Tenho de visitar o seu blogue. Posso saber o que realmente faz? É música?...obrigado.

SGC disse...

Já vi q gosta mto de Messiaen. Eu tenho outros génios, sem desprimor para o Messaien, note-se: Couperin, Satie, Debussy, Downland, Morales, Schubert (sou uma Schubertiana convicta), Richard Strauss,* - ok,n elenco mais, pq posso enfastiar e,de qqulquer forma, gosto de muitos mais compositores. Não, não sou música, apenas gosto de música, de literatura e de pintura, entre outras coisas.(acho q n vivia sem música e literatura)
pode ver aqui o Avison:
http://pqpbach.opensadorselvagem.org/charles-avison1709-1770-concertos-in-seven-parts-done-from-the-lessons-of-domenico-scarlatti-cafe-zimmerman/#comments

Se o file não estiver em condições,enviar-lhe-ei os links, se assim quiser.

Cordialmente.

* - Já para não mencionar o Coltrane e Dexter Gordon, no jazz, dois dos músicos que mais admiro.

Vitor Oliveira Jorge disse...

Coitado do Derrida, aqui comenta-se tudo menos o pensamento dele... não tem mal.
Também gosto desses autores de que fala, mas o meu maior prazer está na música barroca e mesmo até mais particularmente na imeditamente pré-barroca, em que esta editora alpha se tem especializado. Tenho aí muita coisa boa, mesmo. Mas este autor que destaca estranhamente não conhecia...
Não tenho formação musical alguma, apenas ouço, e fui influenciado pela minha mulher que, sendo arqueóloga como eu, podia ter sido uma intérprete solista, soprano... e tem um ouvido apuradíssimo, o que não significa que coincidamos nos gostos. Nestas coisas cada um tem de seguir o seu caminho e o seu desejo. Eu ainda não entrei nos românticos, confesso, de forma séria.
Para mim o cúmulo são as suites para violoncelo solo do J.S. Bach. Tem aquele DVD duplo do Rostropovitch em que ele as interpreta na catedral de Vézelay, sozinho, rodeado daquela arquitectura assombrosa? É algo de profundamente comovente. A primeira vez que vi o DVD ficámos até às 3 ou 4 da manhã a ouvir, sem poder parar,pois é inebriante. Também gosto muito de Cecilia Bartoli como intérprete, e do Bylsman como violoncelista. Foi uma pena terem dado cabo da Festa da Musica em Lisboa, é imperdoável. Se pudesse ia todos os anos a Nantes. Aqui no Porto a programação da Casa da Música, tipo tutti fruti, tem deixado a desejar. É uma raiva não estar em Lisboa, com o CCB, a Gulbenkian, a Culturgest... enfim, uma pessoa compensa-se com os discos.E agora ate com o you tube. Obrgado pela dica... tenho de ver o seu blogue com cuidado. Você, se não é indiscrição, que faz? Pode responder-me para o meu mail, está claro.Obrigado.

Vitor Oliveira Jorge disse...

Queria dizer Bylsma (belga)

SGC disse...

Eu estava com medo de dizer, pq, normalmente sou criticada :P,mas o pré-barroco (ou «renascimento tardio») é tb uma das minhas épocas favoritas e Monteverdi,para não falar de Merula e Gabrieli (ok,Monteverdi,sem ilusões), um dos meus Deuses!!!
N tenho o DVD de que fala (conheço), mas tenho as suites de J.S.Bach pelo Byslma!

E para Derrida não me rogar pragas, fico-me por aqui!! No more comments! :-)

Cordialmente.

P.S - Deploro mtos poucos compositores, talvez Penderecki...só gosto de 1 composição dele, a sinfonia "The Seven Gates of Jersualem" .De resto, fico sempre com a impressão que se trata de arrufos felinos,com miados mtos agudos!

Vitor Oliveira Jorge disse...

Estamos a coincidir um bocado!
Mas... medo só da morte...
Não gosta de Penderecki, genial compositor?! E Arvo Part, outro religioso igualmente fantástico... ainda não me disse onde mora e o que faz. Dava gosto trocar impressões consigo. Morará no chamado grande Porto?!