I am not

I am not
quotation

domingo, 18 de janeiro de 2009

Aos leitores deste blogue


Ao longo de dois anos, tenho-me esforçado por fazer deste blogue um sítio variado e útil, antes de mais a mim, mas também a outros que se reconheçam em alguns dos meus interesses. É uma actividade lúdica, mas criativa, e tem tudo a ver com esta indeterminação que hoje existe entre o lazer e o trabalho (são categorias ultrapassadas... questão obviamente muito longa e interessante...).

Tem sido para mim um modo de ensaiar ideias e poemas, em público, tem sido para mim o modo de me apresentar, porque também se sabe que hoje, mais que nunca, quem não aparece, esquece. Ora, os meus objectivos na vida nunca foram puramente académicos, e suspeito que isso não existe, mas se existe, essa pessoa devia ser tratada, pois sofre.
Assim, dou muita importância ao impacte que o blogue pode ter. Em termos de comentários substanciais. De número de visitas. E também agora de "seguidores".
Por isso, se gosta deste blogue, recomende-o a amigos, envie material para ele (eu tenho enviado poemas meus para diversos blogues, por exemplo), siga-o. Isso alimenta o meu (espero que em níveis saudáveis) narcisismo, e como tal a vontade de continuar a utilizar este espaço para contar a minha vida, o que sinto e penso.
Como sabemos, tudo o que fazemos e contamos e dizemos é pura encenação. Não existe uma verdade escondida de mim que eu esteja aqui a revelar. Por isso, ao contrário dos que se escondem atrás de uma cortina de silêncio, eu escondo-me (=preservo a minha privacidade, bem entendido) mostrando-me. Quanto mais me mostrar mais vocês me desconhecem. E enquanto pensam em quem eu realmente serei, alimentam o meu narcisismo. E enquanto alimentam o meu narcisismo, incrementam a minha vontade de sentir, pensar, fazer, dizer coisas que sejam úteis ou interessantes ou até esteticamente aproveitáveis. E enquanto todos nós fizermos isto cada vez mais a vida será o contrário do tédio, do lazer embrutecedor, do enquistamento.
OK?
Se discordar, diga, adoro quem discorda de mim. Não para eu sempre me sobrepor no fim do jogo, lançando a ultima carta. Sair perdedor é bom, também, sobretudo quando se tem um opositor à altura. Tudo é preferível ao enquistamento.


6 comentários:

Vitor Oliveira Jorge disse...

Ontem à noite este blogue tinha 60 seguidores. Hoje aparece com 59. Alguém desistiu? Se esse alguém quiser, envie-me um mail. Obrigado.

Yesterday evening this blog had 60 followers. Today it has only 59. If anyone has decided to erase his/her registration, so to speak, please send me a mail. Thanks.

Ana Paula Fitas disse...

Discordo de si!... está contente, Professor?... pronto!... e agora, depois de lhe ter permitido esta pequenina alegria, deixe que lhe diga que adorei este texto!... escreva também para A Nossa Candeia!
Um abraço amigo.

Vitor Oliveira Jorge disse...

Olá
Não tenho mãos nem tempo a medir,ainda hoje não almocei. Sabe como é! Paga-se caro estar uns dias fora...e esta actividade bloguista...

Discorde muito sff, e diga em quê e como, também.
Abraços
Vitor

Rosa Silvestre disse...

Parabéns Prof.º, pelo seu aniversário e a partir de hoje tem 60 seguidores, recuperou o que perdeu(não consigo lá colocar o meu outro blog (plataforma wordpress)

Vitor Oliveira Jorge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Oliveira Jorge disse...

Obrigado pela sua enorme gentileza.
Vitor