I am not

I am not
quotation

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Zhoug Guan Cu


E aí está o distrito de Zhong Guan Cu (diz-se Jong Guan Çu), o coração tecnológico de Pequim. São torres e torres com centros comerciais de 6 ou 7 andares, cheios de computadores, câmaras, máquinas de filmar, telemóveis e componentes electrónicos de todo o tipo (os centros comerciais chineses têm as suas particularidades, apesar de grandes estão longe de serem parecido com os ocidentais, dado que cada loja ocupa um espaço mais exíguo, sendo que há partes em que são apenas balcões e balcões com vendedores - "Hello! Do you want computer? Can I help you sir). Passear pelas caves dá direito em entrar numa cena tipo Blade Runner, com uma série de indivíduos com pequenos ferros de soldar na mão e olhando através de lupas, trabalhando numa série de chips (um pouco de tudo, desde desbloquar telemóveis e iPhones a montarem os gadgets mais esquesitos). Regatear é obrigatório, embora quem não seja chinês tenha menos sorte, sobretudo se, como eu, for sozinho.
São milhares e milhares de pessoas, bicicletas e carros, gritos por altifalantes (que de vários sítios, avisando isto ou aquilo), buzinas e um alto risco de se ser atropelado.
Sem dúvida um mercado de tecnologia.
A foto é tirada já a uma distância segura, porque lá pelo meio seria apenas uma foto de uma grande confusão.

Sem comentários: