I am not

I am not
quotation

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

The fundamental monograph on the Beidha site, Jordan






Early Village Life at Beidha, Jordan: Neolithic Spatial Organization and Vernacular Architecture. The Excavations of Mrs.Diana Kirkbride-Helbaek,
by
Brian F. Byrd
British Academy Monographs in Archaeology
Published for Council of British Research in the Levant
by Oxford University Press, 2005
ISBN 0-19-727013-1


"(...) Beidha was excavated for eight seasons, seven between 1958 and 1967, and a final one in 1983 (...)" (op. cit., p. 5)

But I suppose that more recent excavations have taken place in this very important site. The book is a thick monograph full of drawings and pictures, allowing us to have a good idea of the complexity of the study done there, when it was not accessible by vehicles, so the archaeological teams camped in this very hard environment, like Bedouins. It is a great contribution to archaeology of the transition from nomadic to sedentary life in this crucial region of the world.

2 comentários:

SjsVls disse...

QUANDO NOS INÍCIOS DE SETEMBRO VISITEI BEIDHA, NA JORDÂNIA, E APESAR DO ASPECTO ARRUINADO DO SÍTIO- A PRECISAR DUM PROJECTO DE MANUTENÇÃO E RESTAURO-SENTI QUE ESTAVA NUM "LUGAR" ESPECIAL. NÃO APENAS POR CAUSA DA IMPLANTAÇÃO, QUE É EXTRAORDINÁRIA, MAS SOBRETUDO PELA MARCA QUE OS ARQUEÓLOGOS DEIXARAM NO AR....

SEI AGORA QUE FOI DIANA KIRKBRIDE-HELBAEK QUE DIRIGIU ALI CAMPANHAS DE ESCAVAÇÃO ENTRE FINAIS DOS ANOS 50 E OS INÍCIOS DOS ANOS 8O. QUE NOS ANOS 50/60 A EQUIPA ESTAVA ACAMPADA AO LADO DO SÍTIO! E NO LIVRO PUBLICADO EM 2005 DIZ-SE QUE DIANA K-H COMEÇOU EM BEIDHA UM PROJECTO INOVADOR DE ESCAVAÇÃO EM ÁREA, COM O FIM DE MOSTRAR, EM EXTENSÃO, AS ARQUITECTURAS NEOLÍTICAS DE BEIDHA!! PARA A ÉPOCA, E NO ÂMBITO DO NEOLÍTICO DA REGIÃO, FOI UM PROJECTO PIONEIRO!

EM BEIDHA SENTI-ME EM CASA. COMO SE PUDESSE ALI TER TRABALHADO /VIVIDO TODA A VIDA. E É COM ENORME PRAZER QUE DESFOLHO ESTE LIVRO ESCRITO JÁ DEPOIS DA MORTE DE DIANA K-H. E QUE PROCURO NO TEXTO, NOS DESENHOS E NAS FOTOS... UM TRAJECTO DE VIDA...E, ATRAVÉS DELE, COMO SE CONSTRUÍU BEIDHA. OS SÍTIOS SÓ EXISTEM QUANDO OS ARQUEÓLOGOS OS TOCAM COM A SUA AURA.

SjsVls disse...

QUANDO NOS INÍCIOS DE SETEMBRO VISITEI BEIDHA, NA JORDÂNIA, E APESAR DO ASPECTO ARRUINADO DO SÍTIO- A PRECISAR DUM PROJECTO DE MANUTENÇÃO E RESTAURO-SENTI QUE ESTAVA NUM "LUGAR" ESPECIAL. NÃO APENAS POR CAUSA DA IMPLANTAÇÃO, QUE É EXTRAORDINÁRIA, MAS SOBRETUDO PELA MARCA QUE OS ARQUEÓLOGOS DEIXARAM NO AR....

SEI AGORA QUE FOI DIANA KIRKBRIDE-HELBAEK QUE DIRIGIU ALI CAMPANHAS DE ESCAVAÇÃO ENTRE FINAIS DOS ANOS 50 E OS INÍCIOS DOS ANOS 8O. QUE NOS ANOS 50/60 A EQUIPA ESTAVA ACAMPADA AO LADO DO SÍTIO! E NO LIVRO PUBLICADO EM 2005 DIZ-SE QUE DIANA K-H COMEÇOU EM BEIDHA UM PROJECTO INOVADOR DE ESCAVAÇÃO EM ÁREA, COM O FIM DE MOSTRAR, EM EXTENSÃO, AS ARQUITECTURAS NEOLÍTICAS DE BEIDHA!! PARA A ÉPOCA, E NO ÂMBITO DO NEOLÍTICO DA REGIÃO, FOI UM PROJECTO PIONEIRO!

EM BEIDHA SENTI-ME EM CASA. COMO SE PUDESSE ALI TER TRABALHADO /VIVIDO TODA A VIDA. E É COM ENORME PRAZER QUE DESFOLHO ESTE LIVRO ESCRITO JÁ DEPOIS DA MORTE DE DIANA K-H. E QUE PROCURO NO TEXTO, NOS DESENHOS E NAS FOTOS... UM TRAJECTO DE VIDA...E, ATRAVÉS DELE, COMO SE CONSTRUÍU BEIDHA. OS SÍTIOS SÓ EXISTEM QUANDO OS ARQUEÓLOGOS OS TOCAM COM A SUA AURA.