I am not

I am not
quotation

domingo, 27 de setembro de 2009

estes acordes

dias em que as saias das raparigas
se erguiam no ar e como balões
se dirigiam para as cores
do arco-íris

dias da alegria, das baterias celestes
sobre a foz dos rios, invisíveis
nas pulsações do sol

dias em que os lábios ávidos
comiam os gelados frescos enquanto subiam
na excitação, na atmosfera irisada

dias em que borboletas saíam
dos calções das raparigas,
e as pernas brilhavam todas

dias em que as garças me saíam
dos versos, e era poderoso, e mandava vir
as trombetas vitoriosas

tocava nas cordas, saía electricidade
sobre a foz. as bandeiras esvoaçavam
e as raparigas subiam e desciam

irisadas de cores da alegria
garças altas como elefantes enfeitados
olhos vertendo azul e esperança.

disse: viva este litoral, esta solidão
cheia de imagens coloridas, viva esta paleta
formidável, esta foz aérea onde desaguam

os rios e todas as alegrias
que se avizinham!
o ar polvilhado de raparigas!

o sabor das vitórias, esta precisão
dos versos que escrevem de pés para o ar,
que inscrevem pássaros no céu

voando para as cores da alegria.

que vislumbram as coxas, as ancas
tão jovens, tão apetecíveis,
sob as saias macias das raparigas no ar



_________________________________________

voj set. 2009
aos sons que o mark knopfler milagrosamente consegue extrair da sua guitarra, e a toda a atmosfera que irriga o cérebro ao ouvi-lo

Sem comentários: