I am not

I am not
quotation

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Pensamento Crítico Contemporâneo




O Departamento de Ciências e Técnicas do Património da Faculdade de Letras da Universidade do Porto organiza em 2009 um Curso de Formação Contínua, a cargo do Prof. Vítor Oliveira Jorge (contacto – vojorge@clix.pt) com a duração de 24 horas presenciais, correspondentes a 2,5 ECTS, de 20 Abril a 8 Junho de 2009. O horário é às 2ª feiras – das 17h30 às 20h30
Preços:
Alunos, Antigos Alunos e Funcionários da UP - €95,00
Público em Geral - €140,00
Seguro Escolar: 2,02€
É possível realizar candidaturas on line através da página:
http://www.letras.up.pt/gi/form/candauth.asp?tt=ea
Prazo de Pré-Inscrição - 3 Novembro 08 a 9 Abril 09
Prazo de Pagamento - 23 Março a 9 Abril 2009
Informação: A realização do curso depende de um nº mínimo de 12 formandos inscritos e a inscrição só é considerada válida após o respectivo pagamento.
Contacto:
Serviço de Gestão Académica - Sector de Formação Contínua
Via Panorâmica, s/nº 4150-564 Porto
Telef: 226077152 Email: gfec@letras.up.pt
Horário Atendimento: 10h00 às 16h00
Conteúdo do curso:
Objectivos: introduzir os formandos no “pensamento crítico contemporâneo” (com tudo o que esta designação tem de convencional), através de alguns dos seus nomes mais significativos. Estes pensadores são incontornáveis no sentido de se perceber o mundo em que vivemos. Em cada uma das oito sessões será abordado um autor, através de uma síntese do seu pensamento e da análise de um texto.
Programa: apesar do carácter também convencional desta arrumação por “escolas de pensamento”, eis os autores a abordar, um por sessão:
1 – Estruturalismo: Jacques Lacan
2 – Pós-estruturalismo: Michel Foucault
3 – Pós-estruturalismo: Jacques Derrida
4 – Feminismo (2ª geração): Judith Butler
5 – Pós-marxismo: Giorgio Agamben
6 – Pós-marxismo: Slavoj Zizek
7 – Pós-modernidade : Jean Baudrillard
8 – Pós-modernidade: Jean-François Lyotard
As sessões serão activas, articulando a componente expositiva, a análise de textos a distribuir, e o debate com os formandos, possibilitando uma interacção entre formador e formandos.

A avaliação será feita de forma continuada, através das intervenções nas sessões, e de um texto com um máximo de 10 páginas A4 sobre tema que interesse ao formando, previamente combinado com o docente. Assim, os formandos serão avaliados durante as etapas de ensino-aprendizagem (avaliação contínua, a que corresponde 25 % da classificação final) e por intermédio de um relatório final (a que corresponde 75% da classificação final).
A classificação será dada numa escala de 0 a 20 valores.

Três manuais (muito) básicos:
- Lechte, John (2008), Fifty Key Contemporary Thinkers. From Structuralism to Post-humanism, London, Routledge.
- Macey, David (2000), Dictionary of Critical Theory, London, Penguin.
- Malpas, Simon & Wake, Paul (2006), The Routledge Companion to Critical Theory, London, Routledge.


1 comentário:

história e arte disse...

VivA!!

muito interessante, bem gostava de assistir, mas parece-me q está pensado para quem vive no ou proximo do Porto... q pena, se fosse um horário + condensado! bom, mas vou acompanhando no seu blog e conhecendo os pensadores q destaca nos seus textos

boas festas

cumprimentos

emilia nogueiro