I am not

I am not
quotation

domingo, 5 de outubro de 2008

Missão Prof. Jean Lambert (EHESS, Paris)


Começada quinta-feira pelas 14 horas da tarde, terminou hoje pelas 16 horas.
Creio que prestei mais um serviço importante à minha Universidade trazendo ao Porto (com a colaboração da Embaixada Francesa e do CEAUCP) um dos grandes investigadores da religião.
O investimento em tempo que este tipo de missões (que há décadas realizo) implica é largamente compensado pela enorme riqueza humana de conhecer os "bastidores" dos conferencistas - não apenas a matéria formal que apresentam nas suas conferências, mas as matérias informais que resultam do diálogo e da comunhão de interesses, da troca aberta e informal, livre, de pontos de vista. Aprendi muito com Jean Lambert, muito ! E também tenho de agradecer o amável convite que o Senhor Cônsul da França e esposa nos fizeram para almoçar em sua casa. Assim se puderam juntar pessoas interessadas simultaneamente em questões religioso/filosófico/antropológico/arqueológicas (!!) e pessoas apaixonadas por Marrocos, onde J. Lambert viveu vários anos e onde aquele diplomata foi também cônsul.
É isto que falta hoje: ter tempo para sair do regime da NECESSIDADE (real ou imaginária) e passar ao de uma certa DISPONIBILIDADE INTERIOR, à abertura ao outro, base da tradução e da comunicação entre PESSOAS. O que é algo que evidentemente ocorre, não se impõe.
Note-se que, no entretanto, nunca interrompi as minhas aulas, nomeadamente as de mestrado, na passada sexta de manhã. A vida é dura, mas tem recompensas.


(Fotos VOJ, Serralves, hoje de manhã, antes de levar o conferencista ao aeroporto)





Sem comentários: