I am not

I am not
quotation

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

súbito, indefinido







Nos jardins do Sul,
Onde as pessoas se entregam confiadamente
À lenta descida das arcaturas,
Onde os antigos claustros, aéreos,
Vêm agora pousar sobre o seu peso,
Sobre o silêncio do seu inelutável passado,

Nos jardins do Sul,
Onde as jovens se descalçam nos claustros,
Se espalham pelos hortos, entre as folhas
E as laranjas muito inchadas,
E expõem os dedos, as plantas dos pés,
A sua dança, a frágil cintura,
Entre ruínas cheias de fendas e de feridas,

Nos jardins do Sul,
Onde as jovens entram em desequilíbrio
Ao inalarem os ares de áfrica, o lento som
Das palmeiras, dá-se de quando em vez essa aproximação
Daquele que ataca sempre como uma pomba com luvas
De aço, com luvas negras, com anéis de safira,

Nos jardins do Sul.
E prende a brincadeira das palmas e dos seios
Ao seu abraço extremamente delicioso para as jovens
Que há muito aguardavam o momento convulso
De se não poderem defender da Surpresa.

Como uma pena, Ele ergue-as no ar, como se fossem
Claustros, como se fossem histórias de claustros,
E sombras. E nessas sombras o que se passa
Está interdito definitivamente aos versos, é um restolhar
De folhas tombadas do passado, um leve adejar
De palmas sobre as piscinas, um suave correr de água
Pelos canais.

O Sul é indecifrável. É muito antigo! A brisa é suave
Para a epiderme, e as camas são macias para os corpos.
No Sul deitam-se as jovens, mas não dormem.
Aguardam esse abraço por detrás, esse amplexo de ferro
Que as ata à sua feminilidade, e lhes enche de sangue
As pupilas. Um perigo que a qualquer momento desce
Como um pombo bom, de papo bem gordo, e infalível.

Entre as chispas das cigarras em pleno dia. Nessa electricidade.




___________________

imagem: Aneta Bartos
site: http://anetabartos.com/
texto: voj porto outubro 2009

2 comentários:

Blogat disse...

Cá,nos jardins do Sul,onde não tão jovens encontram a paz,ao lento som das palmeiras e à lembrança que as origens nos traz,é bom ouvir de vós. Bom ouvir das Terras Lusas,terras d'além mar.
Com afeto, e admiração aqui do Sul,donde nos entregamos confiada e confiantemente.

Vitor Oliveira Jorge disse...

Agradeço essa oferta, em plural "majestático"...