I am not

I am not
quotation

sábado, 15 de novembro de 2008

Importante: mais uma coisa a não perder em Serralves!


DOCLISBOA EM SERRALVES OS FILMES PREMIADOS

20-23 NOV 2008
AUDITÓRIO DE SERRALVES

Desejávamos há vários anos levar o doclisboa ao Porto. Não é justo que uma programação de cinema tão rica se concentre numa única cidade. Ficámos por isso radiantes com o interesse de Serralves em assumir este desafio.

Os filmes premiados este ano têm algo de especial: são todos obras de autores em início de carreira, mas revelam uma solidez e maturidade impressionantes. Um bom sinal para o futuro do documentário.

Sérgio Tréfaut

20 Nov (Qui), 21h30 Homenagem a Wiseman High School Frederick Wiseman, EUA, 1968, 75’, PB
versão original
Filmado num dos maiores liceus de Filadélfia, High School capta o sistema escolar norte-americano não apenas como uma instituição onde se transmite o saber, mas onde se moldam valores sociais de uma geração para outra.
A dada altura, observamos um docente a repreender um dos alunos:
“Nós estamos aqui para garantir que te tornas num homem e que sabes receber ordens.”

21 Nov (Sex), 21h30 Grande Prémio da Competição Internacional End of The Rainbow Robert Nugent, França, 2007, 83’, cor, versão original, legendado em inglês
Uma grande companhia mineira multinacional transfere uma grande unidade de prospecção de ouro da Indonésia para uma região remota da Guiné Conacry. Nesta zona rural pobre, a presença da mina acaba por criar um clima de mudança e vários conflitos entre os habitantes. Quais as vantagens do proclamado progresso para uma aldeia africana? A transformação do mundo imposta pelo dinheiro não garante a felicidade nem melhores condições de vida.

22 Nov (Sáb), 15h30 Prémio Investigações The Women of Brukman Isaac Isitan, Canadá, 2007, 90’, cor, versão original, legendada em inglês
Durante alguns anos o realizador viveu dentro da Bruckman, uma fábrica argentina à beira da falência, e acompanhou uma verdadeira revolução social protagonizada por mulheres operárias. Filme épico, The Women of Brukman conta o caso único de uma cooperativa formada durante o caos económico argentino, com o objectivo de devolver às operárias o seu emprego.
Um exemplo de sucesso que acabou por gerar um movimento de esperança na sociedade argentina e se tornou num verdadeiro “case study” sociológico.

22 Nov (Sáb), 18h00 Melhor Primeira Obra Portuguesa Queria Ser Sílvia Firmino, Portugal, 2008, 55’, Cor
Uma escola primária em risco de fechar no interior de Portugal. Dez alunos, do primeiro ao quarto ano lectivo, numa mesma sala. Um filme que vai à procura de um programa de reforço à leitura e encontra a força, as ambições e os medos destas crianças.

22 Nov (Sáb), 21h30 Prémio Curta-metragem da Competição Internacional Il resto di una Storia (The Rest of a Story) António Prata, Itália, Suiça, 2007, 35’, cor versão original, legendada em inglês
O autor do filme regressa a Zurique, cidade na qual teve a sua primeira experiência de consumo de heroína e de onde foi obrigado a sair para poder curar-se. Numa viagem ao passado, esta é a tentativa de reaver o que resta das suas memórias.

22 Nov (Sáb), 21h30 Prémio Primeiras Obras da Competição Internacional Must Read After my Death Morgan Dews, Espanha, EUA, 2007, 74’, cor versão original
A história íntima, contada através das suas próprias palavras e imagens, de um casal norte-americano, Charlie e Allys, durante a década de 60, quando procurou ajuda psiquiátrica e conselho matrimonial, submetendo-se a uma série de tratamentos em grupo ou individuais. Instruídos pelos médicos para gravarem as suas discussões, este par pouco convencional, vítima de um sistema traumático que alimenta o uso de drogas e as terapias de choque, acaba por registar a luta de uma família em reconstrução e a imagem moral de uma época.

23 Nov (Dom), 21h30 Melhor Filme Português Bab Sebta Pedro Pinho, Frederico Lobo, Portugal, 2008, 110’, Cor Melhor Filme Português
Bab Sebta significa em árabe a porta de Ceuta e é o nome da passagem na fronteira entre Marrocos e Ceuta. É o local para onde convergem aqueles que, vindos de várias partes de Africa, procuram chegar à Europa. O filme Bab Sebta percorre quatro cidades ao encontro dos tempos da espera e das vozes desses viajantes.

Fonte: http://www.serralves.pt/actividades/detalhes.php?id=1540

Sem comentários: