domingo, 23 de novembro de 2008

Permito-me relembrar

(Clique na imagem para aumentar)

Apareça... apoie a poesia! Se não puder vir, recomende a um(a) amigo(a)!


8 comentários:

AM disse...

Não poderei lá estar mas não deixarei de o procurar depois!

Vitor Oliveira Jorge disse...

Está mesmo à entrada da livraria, já!
Obrigado
V

Carlos Pinto Vinagre disse...

Poderei lá comparecer. Gostaria de lhe perguntar algumas informações sobre o seu livro... Para formar uma ideia...

Vitor Oliveira Jorge disse...

Trata-se de um livro de poemas, que foi publicado em 2006 em edição de autor (para ofertas) e que agora é republicado em 2ª edição. Contém de facto dois conjuntos de textos, os Aforismos e as Alumiações!

Carlos Pinto Vinagre disse...

E sobre os aforismos e alumiações, tem alguma filosofia que lhes fornece lume??? Claro que ao ler decerto iremos ver, mas gostava se possível ter uma luzes. Outro aspecto:foram criados como um romance, digamos mais convencionalmente, ou uma reunião de dispersos???

Vitor Oliveira Jorge disse...

Lume? Espero que os poemas deitem algum lume, alguma luz, sim - mas o leitor é que pode dizer.

Não é uma reunião de dispersos, mas de trabalhos poéticos, que como bem sabe têm uma forma de concepção absolutamente distinta da do romance. A propósito, ainda há romances?...depois do Novo Romance, por exemplo, depois de tanta coisa, é claro que o romance, ou os seus sucedâneos, já não gtem nada a ver com a sua invenção no Romantismo. È só ver Maria Gabriela Llamsol ou Lobo Antunes.

Vitor Oliveira Jorge disse...

Queria dizer Maria Gabriela Llansol, claro. É da pressa, tenho carradas de aulas para dar e danhar o pão de cada dia...obrgado pelo interesse!

Carlos Pinto Vinagre disse...

Sei perfeitamente disso. Quando falei em Romance, foi noutro sentido, da contrução, queria indicar se tinha sido pensado e contruído com uma determinada lógica, a pensar num núcleo fundamental, ou se os tinha criado num determinado momento da sua vida, e decidira posteriomente os pensar e reunir. Talvez não tenha sido a relação mais feliz que estabeleci. Fico grato pela sua disponibilidade em me esclarecer, tendo em conta que está ocupadíssimo. Até breve.