sábado, 20 de setembro de 2008

Mulholand Drive, by David Lynch

http://www.youtube.com/watch?v=KUwnSKJ3NU4&feature=related


A master piece. This scene is one of the most moving and strong moments of film art that I ever watched. David Lynch is a genius.

1 comentário:

SJsVls disse...

TIVE IMENSOS PROBLEMAS TÉCNICOS PARA CHEGAR À CENA! TABUS INCRÍVEIS! AFINAL É DAS MAIS ENCANTATÓRIAS CENAS DE MULHOLLAND DRIVE.. COMEÇA COM UMA IMPROVÁVEL... CONFISSÃO DE BETTY (A ESPANTOSA NAOMI WATTS): APAIXONEI-ME POR TI. NÃO SE TRATA DUMA "HISTÓRIA DE AMOR", MAS DA DESCOBERTA QUE BETTY VAI FAZENDO DE SI PRÓPRIA. BETTY EXPÕE-SE AO DESEJO DA DESCOBERTA DE SI...NUMA RELAÇAO INICIÁTICA COM RITA, DE QUE RESULTA A CONSTRUÇÃO DUMA CÁPSULA "PURA" DE TEMPO "QUE NOS ASPIRA PARA UMA INTENSA E ESTRANHA DIMENSÃO DE VAZIO. NA CENA ENTRE BETTY E RITA NÃO HÁ NADA A NÃO SER BETTY. E O MISTÉRIO DUMA REVELAÇÃO. NUM MUNDO FORA DE CONTOLE...A CONVICÇÃO DE BETTY SURGE COMO UM APARENTE...FRAGÍLIMO ABSOLUTO.