I am not

I am not
quotation

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Doutoramento na FLUP em Arqueologia e ... encontro de amigos

Aspecto do júri. À esquerda, os professores arguentes, Ramón Fábregas (Univ. de Santiago de Compostela) e João Pedro Cunha Ribeiro, da Univ. de Lisboa (e actual sub-director do IGESPAR).


O candidato explicitando os seus pontos de vista.

Um aspecto dos trabalhos.

Um aspecto do júri.

O júri e o candidato, já doutor: Ramón Fábregas, Vítor Oliveira Jorge, João Pedro Ribeiro, Susana Oliveira Jorge (orientadora da tese), Sérgio Rodrtigues, Fátima Marinho Saraiva (Presidente do júri e Presidente do CC da FLUP), Maria de Jesus Sanches, Mário Jorge Barroca (da esquerda para a direita).

Um momento alto, simbólico, da investigação da Pré-história do Norte de Portugal!
São quatro os especialistas de que a partir de agora a FLUP dispõe neste domínio do saber.

Ao jantar no "Abadia", João Pedro Cunha-Ribeiro e Sérgio Rodrigues

Realizaram-se hoje (18 do corrente) à tarde, no anfiteatro nobre da FLUP, quase totalmente cheio, e como anunciado neste blogue, as provas de doutoramento em Arqueologia do mestre Sérgio Rodrigues, que defendeu uma importante tese de Pré-história sobre o Neolítico antigo, ancorada nas suas investigações no sítio do Prazo, estação do concelho de Vila Nova de Foz Côa, e numa revisão crítica das grandes questões sobre o problema da chamada "neolitização". O júri aprovou o candidato por unanimidade, o que corresponde à nota máxima.

Parabéns, Sérgio!

É importante agora publicar este trabalho!
______________
Agradeço a colaboração nestas fotos do Doutor João Muralha, que já este ano igualmente se doutorou na mesma sala, também em Arqueologia, e com uma tese sobre o sítio pré-histórico de Castanheiro do Vento (Vila Nova de Foz Côa). A FLUP e os seus doutorados dão assim passos em frente na pesquisa de uma região que é hoje um foco do património mundial, como acentuou JPCR durante a sua intervenção.



1 comentário:

Sérgio R disse...

Muito obrigado por ter "postado" este evento. Um grande abraço.