I am not

I am not
quotation

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Segundo o Correio da Manhã de hoje

11 Novembro 2009 - 00h30

Demografia: Desde 2005, Portugal registou menos 5443 matrimónios

Um divórcio em cada dois casamentos

Um em cada dois casamentos em Portugal acabaram em divórcio durante o ano 2008. Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam um aumento no número de divórcios ao longo dos últimos quatro anos e uma consequente queda dos casamentos. Em 2008 realizaram-se 43 228 casamentos, menos 5443 do que em 2005, enquanto o número de divórcios aumentou 3996 para 26 572.

'É o resultado do aumento da instabilidade social. Os jovens têm dificuldade em ter emprego, o que lhes permitiria uma maior estabilidade para criar família', explicou ao CM Mário Leston Bandeira, especialista em demografia, realçando os primeiros casamentos, que representam 76,6 por cento do total verificado em 2008: 'Há uns anos essa percentagem era muito superior. Tem vindo a descer como um rastilho de pólvora.'

Os casamentos católicos também têm vindo a perder importância na sociedade portuguesa. Se em 2005 existiram 26 809 celebrações, passados cinco anos esse número desceu para 19 201.

Outro destaque do relatório do INE são os casamentos entre portugueses e estrangeiros, que aumentaram para 13 por cento em 2008 (5603). Em 2005 verificavam-se 3909 casamentos, o equivalente a 8,1 por cento dos 48 671 realizados. 'Isto é um óptimo indicador. Portugal está numa situação de asfixia e os estrangeiros devem ser encarados como um factor muito positivo. Estamos dependentes deles, pois fazem filhos e são uma ajuda preciosa para suportar a nossa sociedade', afirmou Mário Leston Bandeira.

SALDO POSITIVO DE 314 NASCIMENTOS

A população em Portugal registou um novo abrandamento do crescimento em 2008, mas os nascimentos voltaram a ser superiores às mCortes. Em 2007, o número de mortes registadas tinha sido superior aos nascimentos, o que aconteceu pela primeira vez em 90 anos. Em 2008, os nascimentos atingiram 104 594 (contra 102 492 em 2007), enquanto as mortes foram 104 280, significando um saldo natural de 314 e uma taxa de crescimento praticamente nula.

OUTROS DADOS

443 102 estrangeiros legais em Portugal.

72 826 pedidos de autorização de residência.

10 627 250 é o número da população do País.

10 241 filhos de mães estrangeiras.

75,49 anos de esperança média de vida para homens.

81,74 anos de esperança média de vida para mulheres.

28,4 anos é a idade da mulher ao primeiro filho.

30,2 anos é a idade média da mulher que já foi mãe.

2,26 anos é o aumento da esperança média de vida

PRINCIPAIS ESTATÍSTICAS

Ano Nados-vivos Óbitos Índice de Envelhecimento Casamentos Divórcios Rácio Casamentos/ Divórcios
2003 112 515 108 795 107 53 735 22 617 2,3
2004 109 298 102 010 109 49 178 23 161 2,1
2005 109 399 107 462 110 48 671 22 576 2,1
2006 105 449 101 990 112 47 857 22 881 2,0
2007 102 492 103 512 114 46 329 25 120 1,8
2008 104 594 104 280 115 43 228 26 572 1,6




André Pereira

Sem comentários: