I am not

I am not
quotation

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Sem jeito




A palavra amor já não se pode ouvir.

Os jogos da sedução são imensamente fastidiosos.
O julgar que sabemos algo do outro é uma presunção ridícula.
Um macho a fornicar é cansativo e triste. Olha para nós como um condenado.
Esta coisa de uma pessoa se querer apoderar de alguém, de fazer dela a sua companhia, a sua cúmplice dos dias, uns após os outros, é um vício tremendo.
A arte não é remédio para nada.

A intimidade não existe: nascemos, vivemos e morremos devassados.

As imagens vêm ter connosco, com propostas indecentes.
Os corpos reúnem-se em quartos anónimos, e depois cada um parte na sua direcção.
A escrita não tem tempo para estender todas as palavras certas.

As colchas voam.
Sobre uma rocha uma mulher nua esticou as pernas para cima, tensa, simétrica, c
om a vulva ao centro; deixou-se captar pela câmara, fez o seu trabalho. E daí?
É assim que iremos sobrevivendo, entre pequenas sensações?

Coleccionando tentativas?
Até o espírito, para se manter, faz esforços denodados, voa com toda a força, enrosca-se na sombra sob as asas.
O anjo lá continua a visitar, a anunciar, em todas as casas, como quem cumpre uma tarefa entre pesadas colunas.

Não houve tempo para esticar a colcha.
A juventude foi um sorriso que passou entre duas tábuas de um cenário.
Já não se espanta ninguém, já aconteceu tudo.
As pessoas estão exaustas de se
entusiasmarem.

E no entanto se me corto nu
m dedo do pé, desinfecto e ponho um penso.
E há pátios, terreiros enormes suspensos na paisagem, que não são particularmente bonitos, mas onde às vezes o peito gosta de avançar contra o ar.

É bom comer.
É bom sentir a ilusão do
tempo livre, uma espécie de chama calma entre as cores enlouquecedoras das especiarias.
Não é preciso nada de sobren
atural.
A realidade é o mais surreal.
Às vezes pode surgir uma pessoa, uma ilusão.
Às vezes a energia faz rodar de novo as esferas, e as ampolas enchem-se.
Há luz, leite, talos verdes, coisas pousadas sobre as mesas, que tremem; ou pelo menos parece.

É bom enrolarmo-nos um no outro.
É bom estar a jantar contigo e tocar num ponto de um braço teu para disso fazer uma memória de décadas.
Era bom quando íamos em comboios para o interior dos países, em busca do resto da
vida.
As cortinas voavam. Cheirava a betume.
A tua cintura era incrivelmente frágil.

Não há conclusão. Podia continuar sempre.

Só os olhos, vendo as colchas no ar, voando, como grandes raias aéreas. Sem jeito, assim tudo em aberto.

Não há pachorra para a poesia poética. Cansaço de tanta coisa bela. Mais vale queimar um dedo numa chama, queimar mesmo, sem metáfora. Sentir doer.
Põe o penso, dá-me um beijo. Por favor não ligues a mais ninguém.
Já abusaram demasiado de nós, já obedecemos e nos prostituímos a tanta gente, a tanta regra, a tanto costume.

Deitemo-nos em qualquer lado, onde cheire a ervas e a estrume.
É tempo de nos deixarem em paz.







Fotos: Martine Estrade.
voj 2008

Em 15 de Maio




O Professor Tim Ingold,
uma das mais notáveis figuras
das ciências sociais do nosso tempo,
estará na Casa de Serralves.
Isso é que é acontecimento!






Comunica o Centro da Terra

Irá realizar-se no próximo dia 6 de Março de 2008 no Institut des Études Hispano-Lusophones, (IEHL), Université Mohammed V - em Rabat, Marrocos, um Seminário, subordinado ao tema "Le Patrimoine Architectural d'Origine Portugaise au Maroc: Apports à sa Conservation" e cujo programa e ficha de inscrição enviamos em anexo.



Este Seminário resulta de uma iniciativa conjunta do Ministère de la Culture du Maroc - Direction du Patrimoine Culturel, do IEHL e do GECoRPA - Grémio das Empresas de Conservação e Restauro do Património Arquitectónico com a colaboração do IGESPAR, I. P. - Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico I. P. e da Embaixada do Reino de Marrocos em Portugal.



O Seminário propõe-se abordar, genericamente, as necessidades de conservação do património arquitectónico de Marrocos, com particular incidência no património de origem portuguesa. Adicionalmente, pretende-se dar a conhecer as competências das empresas portuguesas desta área de actividade, de modo a suscitar eventuais parcerias com agentes locais.






Joana Gil Morão
Assessora da Direcção
GECoRPA
Tel.: 213 542 336
Fax: 213 157 996

AL-MADAN

Apresentação Pública do N.º 15 de Al-Madan
Ciclo de Debates “A Arqueologia em Revista”

1 de Março | Museu Nacional de Arqueologia | Lisboa
[Debate -» 10-17:30 h | Apresentação Al-Madan 15 -» 17:30 h]


Recorda-se que o Museu Nacional de Arqueologia acolherá no próximo sábado o primeiro dos debates do ciclo “A Arqueologia em Revista”, organizado pelo Centro de Arqueologia de Almada, em paralelo com a apresentação do N.º 15 da revista Al-Madan, de que se assinalam os 25 anos.
O debate inicia-se às 10 horas, com entrada livre e o seguinte programa:
10:00 h – abertura dos trabalhos (Jorge Raposo)
10:15 h – Tema 1 (Arqueologia e Poder)
10:15-10:30 h – Jacinta Bugalhão
10:30-10:45 h – António Valera
10:45-12:00 h – debate
12:00 h – almoço livre
14:00 h – Tema 2 (Arqueologia e Arqueólogos)
14:00-14:15 h – José Morais Arnaud
14:15-14:30 h – Carlos Fabião
14:30-15:45 h – debate
15:45 h – Tema 3 (Arqueologia e Sociedade)
15:45-16:00 h – Mário Varela Gomes
16:00-16:15 h – Luís Raposo
16:15-17:30 h – debate

Às 17:30 horas, também com entrada livre, será feita a primeira apresentação pública da Al-Madan N.º 15, que na ocasião estará disponível para venda a preço especial de lançamento.
Mais informação sobre este conjunto de eventos, os temas propostos para debate e os programas específicos, está disponível na página Web da revista Al-Madan (http://www.almadan.publ.pt) e em blogue criado especialmente para o efeito (acessível pela mesma página ou pelo endereço http://almadanblog.blogspot.com.
Almada, 27 de Fevereiro de 2008
Uma nova revista, em papel (Al-Madan) e em suporte electrónico (Al-Madan Online)
O grande debate nacional que muitos desejavam, descentralizado pelo país e com continuidade no ciberespaço

Próximos eventos | Porto (8 de Março) | Faro (15 de Março) | Beja (29 de Março) | Conimbriga (5 de Abril)


Revista Al-Madan -- Direcção
Centro de Arqueologia de Almada
Apartado EC 603 Pragal
2801-601 Almada
Tel. / Fax: 212 766 975
Telm.: 96 735 48 18
E-mail: director.almadan@clix.pt

Al-Madan Online em http://www.almadan.publ.pt

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

THE CREATION OF MOOD THROUGH OBJECTS




Conference notice:

AMBIENCE AND MATERIAL CULTURE: THE CREATION OF MOOD THROUGH OBJECTS

Pitt Rivers Museum, Oxford, 2nd May 2008


Mundane objects, which form the bulk of material culture, too often form the silent majority of the material world. This conference will focus upon the way in which objects as a group act together to create mood in a way that is often elusive in archaeology, where the practical focus inclines towards specific objects or connected material groups, rather than disparate objects in combination.

Speakers from the fields of archaeology, anthropology, psychology, musicology and museum design will come together to discuss how disparate objects combine to create mood in the past, in the present, and in our reaction to the past.

For more information and registration forms, please go to www.arch.ox.ac.uk/conferences/ambience

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Piazza e fachada (revestida de mármore no séc. XIX) da igreja gótica de Santa Croce, Florença

















Conferência e seminário na FLUP em Outubro - agende já!


Faculdade de Letras
Universidade do Porto
Conferência do Prof. Jean Lambert

EHESS - Paris - Anthropologie Comparée des Monothéismes Méditerranéens


anfiteatro nobre

COMMENT L’ ANTHROPOLOGIE COMPARÉE DES MONOTHÉISMES MÉDITÉRRANÉENS (JUDAISME-CHRISTIANISME- ISLAM) ÉCLAIRE-T-ELLE LES FAITS RELIGIEUX D’ AUJOURD’HUI ?


3 OUTUBRO 2008, sexta-feira, 18 H
__________
No dia 4 de Outubro 2008, sábado, às 11 horas, o Prof. Jean Lambert fará na FLUP (sala a indicar) um seminário aberto a professores e estudantes de todos os ciclos e de outras Faculdades e Universidades, onde as pessoas interessadas poderão fazer perguntas e trocar impressões com este grande investigador europeu. Está prevista tradução para os que não dominarem o francês, tanto na conferência como no seminário.

Entrada livre; não é necessária inscrição prévia. Lotação limitada aos lugares disponíveis

Apoios: Embassade de France; outros ainda a indicar

Uma iniciativa do DCTP da FLUP

Parabéns à Susana...


Sala da "nossa casa" em Freixo, durante as escavações de muitos anos...



Anoitecer, com amendoeiras e a lua sobre Castelo Velho (Freixo de Numão, Vila Nova de Foz Côa, Alto Douro).


... que faz anos hoje, e a quem dedico estas duas fotos (de 2005).

La poésie


Photo: M. E.

Trauma and the Sublime - British Association for Romantic Studies

CALL FOR PAPERS
An international interdisciplinary conference
Department of English, Swansea University, Wales, UK
Contacts:
S.P.Vine@swansea.ac.uk

M.L.Kohlke@swansea.ac.uk


Trauma and the Sublime

Wednesday 6 - Friday 8 August 2008

PLENARY SPEAKERS
Christine Battersby (Warwick)
Elisabeth Bronfen (Zurich)
Richard Humphreys (Tate Britain)
Gene Ray (independent critic)
Philip Shaw (Leicester)

In recent decades, trauma studies and the category of the sublime have engaged theorists and practitioners across a range of cultural disciplines and activities, informing work on the postmodern, historical memory and testimony, the avant-garde, and theories of representation and ideology. This international, interdisciplinary conference aims to explore the impact of present and past versions of trauma and the sublime, and to consider the extent to which these terms might inhabit each other. Papers are invited in any area of trauma studies and theories and practices of the sublime, particularly contributions that consider the connections or interactions between trauma and sublimity. The conference welcomes proposals from the disciplines of literature, philosophy, history and art history, politics, psychoanalysis, film, music, theology, science, medicine and any other field where the themes of the conference take on meaning.

TOPICS MAY INCLUDE

abjection gender race
apocalypse genocide sexuality
colonialism the gothic slavery
consumption history suttee
cultural memory language temporality
desire literature terror
divinity martyrdom testimony
ecology materiality visual presentation
ethics the occult war

200-word proposals for 20-minute papers should be sent to the conference organisers, Dr Steve Vine and Dr Marie-Luise Kohlke, at TraumaSublime@swansea.ac.uk [this web page is not yet operational]- or by post to Department of English, Swansea University, Wales, SA2 8PP, UK - before 31 March 2008.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Calade provençale, par M. E.

Quoting Zizek


"The libidinal economy of the case of Achilles and the tortoise is here made clear: the paradox stages the relation of the subject to the object-cause of its desire, which can never be attained. The object-cause is always missed; all we can do is encircle it. In short, the topology of this paradox of Zeno is the paradoxical topology of the object of desire that eludes our grasp no matter what we do to attain it."




Slavoj Zizek,
“Looking Awry. An Introduction to Jacques Lacan Through Popular Culture”, Cambridge, Mass., The MIT Press, 1992, p. 4.

Réparations d'amour


Photooto: M. E.
Merci !!!

12º CURSO LIVRE DE INICIAÇÃO AO DESENHO ARQUEOLÓGICO

Laboratório de Conservação e Restauro - LabCR/DCTP


12º CURSO LIVRE DE INICIAÇÃO AO DESENHO ARQUEOLÓGICO
Responsável: Dra. Lídia Azevedo
Carga Horária: 30 horas
Horário: sextas-feiras das 9h30 – 12h30
Início: 14 de Março de 2008
Local: Instalações do Laboratório de Conservação e Restauro
N.º de Vagas: 15

Inscrições: 07 de Março de 2008
Propina: gratuita





O Laboratório de Conservação e Restauro vai realizar o 12º CURSO LIVRE DE INICIAÇÃO AO DESENHO ARQUEOLÓGICO, ministrado pela Dra. Lídia Azevedo. O Curso terá início no próximo dia 14 de Março de 2008 e terá uma duração de 10 semanas, funcionando nos dias 14, 28 de Março; nos dias 04, 11, 18 de Abril; e nos dias 02, 09, 16, 23 e 30 de Maio. Este Curso estará aberto a 15 vagas. Os alunos interessados deverão proceder à inscrição, nas Instalações do Laboratório de Conservação e Restauro - Edifício principal - 4.º piso, no próximo dia 07 de Março, das 14h30 às 17h00. No final do Curso será atribuído um diploma de frequência.




PROGRAMA

1. Normalização do desenho de materiais cerâmicos.
1.1. Técnicas de desenho de fragmentos de cerâmica: fundos e bordos com ou sem decoração: tipologia da forma e tipologia da decoração – princípios gerais.
1.2. Cálculo de diâmetros
1.3. Orientação
1.4. Secção e perfil
1.5. Projecção Ortogonal
1.6. Decoração:
1.6.1. Identificação da diversidade da técnica decorativa
1.6.2. Técnicas de levantamento gráfico da decoração
1.7. Tintagem: métodos e técnicas.

2. Definição tipológica de uma peça inteira ou fragmentada
2.1. Forma aberta
2.2. Forma fechada
2.3. Forma cilíndrica

3. Definição gráfica do desenho técnico segundo a normalização
3.1. Secção
3.2. Vista interior e vista exterior
3.3. Perfil
3.4. Linha de separação de vistas
3.5. Planos de abertura; intermédio e plano de base

4. Publicação de desenhos
4.1. Percentagem de redução, segundo a formula normalizada.
4.2. Organização de estampas e tintagem face à publicação.

Bibliografia
ADKINS, L., & ADKINS, Roy A. (1994) Archaeological Illustration, Cambridge University Press.
CUNHA, Luís Veiga da (1999) Desenho Técnico. 1º ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, s.d.11ª ed. Lisboa.
MADEIRA, Luís José (2002) O Desenho na Arqueologia. Instituto de Arqueologia da Faculdade de Letras de Coimbra.
SOUSA, Fernanda (1999) Introdução ao Desenho Arqueológico. Câmara Municipal de Almada – Núcleo de Arqueologia e História.



Destinatários: Alunos dos cursos de 1º Ciclo, 2º Ciclo e 3º Ciclo em Arqueologia, História e História da Arte. Técnicos Profissionais de Arqueologia, Arqueólogos, Técnicos nas áreas do Património Cultural, público em geral.

Organização:
Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Laboratório de Conservação e Restauro (LabCR/DCTP) LabCR@letras.up.pt
Coordenador: Professor Doutor Mário Barroca, Director do Laboratório de Conservação e Restauro.
Técnica: Dra. Lídia Azevedo lazevedo@letras.up.pt

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

JUDEUS EM PORTUGAL - a não perder! Uma iniciativa do DCTP da FLUP

Curso de formação 'Judeus em Portugal'
7 de Abril a 26 de Maio de 2008
2ªs feiras, das 17,30 às 20,30

Inscrições: 10 a 31 de Março de 2008 (ver contacto abaixo)
os dados referentes a este Curso já estão disponíveis no seguinte link da página da FLUP (Menu Cursos>Formação Contínua>DCTP):

https://sigarra.up.pt/flup/cursos_geral.FormView?P_CUR_SIGLA=FCJP

Monitora do Curso: Dra Ana Alexandra Macedo Lima
________________________________
Contacto: Dra Marta Leal Craveiro
Sector de Formação Contínua
FACULDADE DE LETRAS U.P.
Via Panorâmica s/nº, 4150-564 Porto
Telf. 22 607 71 52 / Fax. 22 607 71 73
Email: mcraveiro@letras.up.pt

Naomi Watts I.T.A.S.[122803] part2



Source: http://www.youtube.com/watch?v=zSYqcV46KNI&feature=related

Naomi Watts I.T.A.S.[122803] part1



Source: http://www.youtube.com/watch?v=qHyvx2EoWnk

Naomi Watts I.T.A.S.[122803] part5




Source: http://www.youtube.com/watch?v=Cjq90RchmZU

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Há 15 dias exactamente estava em Pisa... passando umas das tardes mais inesquecíveis da minha vida...




























O Duomo e, ao fundo, o Baptistério.





Pôr do sol... no mar ao longe. Sabor amargo de se estar a chegar ao fim...







Algumas "vistas" do alto da torre... sobre o conjunto monumental... pode haver alguma repetitividade nestas imagens... de facto, é o delírio depois de se subir...

Johnny bravo and the amazon women



Source: http://www.youtube.com/watch?v=TI4K117TKsI&feature=related

Phistophicles - "Book Three"



Source: http://www.youtube.com/watch?v=aaGqY2PWFPA

Nós em Siena (Fev. 2008)



SOJ.




VOJ.