domingo, 13 de março de 2011


Dizia-me uma vez um amigo chegado: "é muito difícil, é uma experiência-limite, habitar um apartamento grande povoado de memórias e subitamente esventrado de coisas, de pessoas, de bichos, de móveis. As salas parecem desertos. Cada pequeno som nos põe alerta. E às vezes um tipo muito particular de medo impede-nos o repouso. A Ausência absoluta é uma Presença temível."

2 comentários:

R.B.Côvo disse...

Concordo plenamente com isso. Abraço.

Blogat disse...

e, quando isso acontece, não há ninguém lá para nos confortar...temos que passar por tudo sozinhos.
Temível é a angústia que nos causa.