I am not

I am not
quotation

sábado, 2 de abril de 2011

estas sombras

estas sombras


sentir o corpo a atravessar o ar

a tarde sem qualquer urgência

nas sombras, nas árvores


esta sensação de caminhar,

de sentir o chão, o seu atrito suave,

sentar-me sobre a pedra

rugosa e ocasional


e olhar as luzes que se acenderam

bem longe

os reflexos que por todo o lado

se acenderam

e me rodeiam


e sentir a consciência escorrer

como um rio silencioso

e tão cheio de pequenos silêncios

e redemoinhos


e esperar por uma mão

tão suave como a pele da pétala


que venha sossegar a minha pele

gretada


cair suavemente sobre ela,

como folha simples

sobre a superfície rugosa

do granito


deitar as sombras

sem qualquer urgência

sobre o meu corpo


deitar as árvores, as flores

sobre o rio escorrendo


fluir sem qualquer ansiedade

ou objectivo, ou intenção


ver a paisagem ao meu lado

atravessar o ar ao meu lado


uma coisa assim tão simples

ocasional


revelação da pessoa

revelação do tempo


estas botas dão-me tão bom andar

há muitos anos que não caminhava


contra o ar, com uma mão na minha mão.


estas sombras tão tranquilas.





voj abril 2011, porto

Sem comentários: