I am not

I am not
quotation

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Viver Perigosamente - Colóquio Zizek - Programa


Viver Perigosamente
Colóquio ZIZEK



Universidade de Lisboa
Faculdade de Letras
10 e 11 de abril 2014

sob os auspícios do
Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa (CFUL)

Coordenação de:
António Caselas (investigador do CFUL), Gonçalo Leite Velho (professor do IPT - Tomar), José Caselas (investigador do CFUL) e Vítor Oliveira Jorge (professor da FLUP, aposentado; investigador do CEAACP)

Entrada livre, pedindo-se apenas inscrição prévia através do e-mail: congressozizek2014@gmail.com – contendo nome, contactos, instituição (opcional)



Dia 10 de Abril de 2014, quinta-feira

9 h. Abertura do colóquio e contacto com os participantes (oradores e auditores)

ZIZEK DO PONTO DE VISTA DA POLÍTICA/FILOSOFIA POLÍTICA

9,30 h. Comunicação 1 – ANTÓNIO CASELAS – APORIAS E TRANSFORMAÇÕES DO POLÍTICO EM ZIZEK

9,50 h. Comunicação 2 – JOSÉ CASELAS – O FIM ANTES DO COMEÇO. COMUNISMO E MULTIDÃO

10,10 h. Comunicação 3 – ALEXANDRE MARQUES DA FONSECA – DELEUZE E ZIZEK: CONTRA OS DIREITOS HUMANOS?

10,30 h. Comunicação 4 – PAULO ALEXANDRE E CASTRO – ESTÉTICA DA VIOLÊNCIA OU TERROR DA TOLERÂNCIA: SE DEUS EXISTE, TUDO É PERMITIDO, SE NÃO DEUS NÃO EXISTE, TAMBÉM!

10, 50 h. Intervalo

11,10 h. Comunicação 5 – LAURENT MELITO – LA DOMINATION PAR/DE SES ÉMOTIONS: UNE FORME D’ÉCHANGE ÉCONOMICO SEXUEL AU PRISME DU CAPITALISME ÉMOTIONNEL

11,30 h. Comunicação 6 – JOSÉ ALEX SOARES SANTOS e FRANCISCA GENY LUSTOSA – UM ECO NO “DESERTO DO REAL”: ANÁLISE DAS RECENTES MANIFESTAÇÕES E PROTESTOS DE MASSA NO BRASIL, A PARTIR DAS IDEIAS DE SLAVOJ ZIZEK

11,50 h. Debate em torno das comunicações da manhã

13-15 h. Intervalo para almoço

15 h Comunicação 7 – ARTUR SARTORI KON – SLAVOJ ZIZEK E JACQUES RANCIÈRE: A RECONSTRUÇÃO DA CRÍTICA DIALÉTICA

15,20 h Comunicação 8 – JOELTON NASCIMENTO – SLAVOJ ZIZEK E A PARALAXE MARXISTA

15,40 h Comunicação 9 – MARIA ANITA VIEIRA LUSTOSA e MÁRCIA GARDÊNIA LUSTOSA PIRES – A PROBLEMÁTICA DO SUJEITO EM SLAVOJ ZIZEK: IMPLICAÇÕES DAS IDEOLOGIAS DO “TEMPO PRESENTE” NA FORMAÇÃO DO SUJEITO POLÍTICO CONTEMPORÂNEO

16 h Comunicação 10 – JONAS VON VOSSOLE – FROM RADICAL DEMOCRACY TO VANGUARD POLITICS. ZIZEK IN THE CONTEXT OF PORTUGUESE ANTI-AUSTERITY PROTESTS

16,20 h Debate em torno das primeiras comunicações da tarde 
16,40 h. Intervalo


ZIZEK DO PONTO DE VISTA DA PSICANÁLISE E SABERES AFINS

17 h. Comunicação 11 – FILIPE PEREIRINHA – ZIZEK-LEITOR DE LACAN
17,20 h. Comunicação 12 – GABRIELA GOMES COSTARDI – DESDOBRAMENTOS DA NOÇÃO DE ATO PARA AS ANÁLISES POLÍTICAS DE SLAVOJ ZIZEK

17,40 h. Comunicação 13 – MARIA IZABEL OLIVEIRA SZPACENKOPF – FETICHISMO E CINISMO – AS SUBJETIVIDADES EM QUESTÃO

18 h. Comunicação 14 – MARÍLIA ETIENNE ARREGUY – RECURSO AO ATO E PENSAMENTO MÁGICO COMO REATIVIDADE DOS MORTOS-VIVOS DO CONSUMO

18,20 h. Debate em torno das segundas comunicações da tarde (podendo também alargar-se aos temas da manhã, caso se deseje)

19,30 horas Fim dos trabalhos do 1º dia
_______

Dia 11 de Abril de 2014, sexta-feira

ZIZEK DO PONTO DE VISTA DE OUTRAS ÁREAS DO SABER

9,30 h. Comunicação 15 –  HUGO BARATA – BEM-VINDOS AO DESERTO DO REAL – A CICATRIZ OU O REMAKE DO OLHAR AUSENTE

9,50 h. Comunicação 16 - GONÇALO LEITE VELHO – A PEÇA QUE FALTA: QUESTÕES RELATIVAS AO TEMPO E AO CINEMA

10,10 h. Comunicação 17 – SÍLVIA GUERRA E MICHAEL STAAB – METAPHORIA II – ARTE EM ZONA DE PERIGO

10,30 h. Intervalo

10,50 h. Comunicação 18 – THOMAS BEHRENS - “THE MADMAN IN NOT A BEGGAR WHO THINKS HE IS A KING, BUT ALSO A KING WHO THINKS HE IS A KING” J. LACAN

11,10 h. Comunicação 19 – VÍTOR OLIVEIRA JORGE - ZIZEK COMO UM ARQUEÓLOGO O VÊ

11,30 h. Debate em torno das comunicações da manhã

13-15 h. Intervalo para almoço

ZIZEK DO PONTO DE VISTA DA FILOSOFIA

15 h. Comunicação 20 – SOUSA DIAS – ZIZEK, MARX E BECKETT

15,20 h. Comunicação 21 – ELFÈGE LEYLAVERGNE – L’ ÉCHEC DU CONCEPT DIALECTIQUE

15,40 h. Comunicação 22 – MARIA JOÃO CANTINHO – DO CONCEITO DE VIOLÊNCIA DIVINA EM BENJAMIN AO CONCEITO DE VIOLÊNCIA EM ZIZEK

16 h. Intervalo

16,20 h. Comunicação 23 – ANDRÉ BARATA – DA VIOLÊNCIA OBJETIVA COMO OPRESSÃO

16,40 h. Comunicação 24 – JORGE GONÇALVES – O CONCEITO DE “FANTASIA” EM ZIZEK

17 h. Comunicação 25 – ANA CARINA VILARES – É POSSÍVEL SER-SE UM KANTIANO FREUDIANO? EM TORNO DA OBRA VIOLÊNCIA DE SLAVOJ ZIZEK

17,20 h. Comunicação 26 –  JOSÉ MARTINHO - ZIZEK AND ME
17,40 h. Debate em torno das comunicações da tarde (podendo também alargar-se aos temas da manhã e do conjunto do Colóquio, caso se deseje)

19 horas Fim dos trabalhos