I am not

I am not
quotation

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Património do Côa em risco? Sintoma de um problema mais geral ?...

O complexo de gravuras paleolíticas do vale do Côa é o único conjunto patrimonial arqueológico - repito, arqueológico - classificado pela UNESCO como património da humanidade. A sua preservação e a criação do Parque Arqueológico do Vale do Côa foram um momento alto da arqueologia portuguesa e mundial. Se bem que goste muito do Museu do Côa, tive pena que ele se não fizesse no próprio rasgão efectuado pelas obras preparatórias da programada barragem; de qualquer modo, é um grande e importante Museu, que orgulha Portugal. Portanto, é crucial manter em funcionamento pleno estas infra-estruturas e a valorização, estudo, divulgação deste património, perante o qual somos responsáveis - todos, portugueses e não só. Não é um problema dos arqueólogos, é uma questão fundamental, porque o complexo de gravuras do Côa testemunha um tipo de pensamento que, sendo decerto muito diferente do nosso, de hoje, é todavia aparentado, pois se trata de um sistema estruturado de signos inscrito numa paisagem, ou seja, estamos no domínio do que se convencionou chamar cultura. O Côa é um testemunho cultural importantíssimo. Por isso, estando em risco a estrutura administrativa que foi criada, há que alertar todas as entidades responsáveis, nacionais e internacionais, para um problema gravíssimo que assim se cria, a juntar a muitos outros problemas gravíssimos que nos afectam. Ao contrário do que se pretende fazer crer, a situação do nosso país, e em geral da Europa e do mundo, não é tendente a melhorar, porque campeia cada vez mais uma concepção que apenas vê no lucro financeiro a curto prazo e para uns poucos os objectivos da gestão pública, ou seja, há um domínio total da finança sobre a política e isso repercute-se a todos os níveis e afecta as mais importantes conquistas do conhecimento e da felicidade humana, com excepção, é claro, daquelas que dão lucro aos grandes grupos económicos, que tendem a deslocar-se para onde podem pagar salários mais baixos e manter populações praticamente escravizadas (modelo chinês, onde hoje já são feitos muitos dos aparelhos que usamos) acabando com a formação e o emprego de qualidade (e portanto mais caro) nos países onde se prosseguia uma política de cultura e de pesquisa que enriqueceria, se fosse bem distribuída, toda a humanidade. Tudo isto é sabido e está perfeitamente diagnosticado, sendo muito difícil contrapormo-nos ao poder crescente deste tipo de ideologia, quer na sua face sorridente e hipócrita, quer na sua face mais ameaçadora (veja-se o avanço da extrema-direita em França perante a ridicularia dos chefes de Estado que ali têm protagonizado a cena). As pequenas editoras estão a ser compradas por grandes grupos económicos, há um desinvestimento na formação e no saber (Bolonha é fast food), proliferam os dispositivos que capturam a atenção dos jovens, cada vez mais desmotivados porque a maior parte sabe que não vai arranjar nunca emprego, e até as bolsas com que se ia disfarçando para alguns a falta de emprego estável (um direito inalienável) estão a escassear. Temos de ter em mente que este tipo de ideologia tem vários rostos e está completamente determinada. O Capital não tem sentimentos, tem desígnios expansivos e quando lhe aparece um obstáculo, elimina-o.

VOJ

domingo, 26 de janeiro de 2014

Zizek




Viver Perigosamente
Colóquio ZIZEK


Call for Papers


Universidade de Lisboa
Faculdade de Letras
10 e 11 de abril 2014


           
            Aceitam-se propostas de comunicações para este evento. O objectivo do Colóquio é abrir um espaço de discussão crítica da contemporaneidade sob o pano de fundo da perspetiva de Slavoj Zizek, que deve ser tomado como interlocutor nomeadamente nas leituras de Hegel, Lacan e nas perspectivas ligadas à contemporaneidade (estética, política, ideologia).

            Para participar é necessário enviar um título e um abstract até 300 palavras, acompanhado de dados pessoais (nome, habilitações e instituição), até ao dia 15 de fevereiro de 2014, dirigido a: congressozizek2014@gmail.com.

            A lista das propostas selecionadas será divulgada até ao dia 20 de fevereiro de 2014.

            As comunicações não deverão exceder os 20 minutos de exposição, a que se seguirá um período de discussão. As línguas oficiais do encontro são: português, espanhol, francês, inglês e italiano.


Comissão organizadora: António Caselas (CFUL), Gonçalo Leite Velho (IPT- Tomar), José Caselas (CFUL) e Vítor Oliveira Jorge (Universidade do Porto)

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

COMUNICAÇÕES, PALESTRAS, CURSOS E OUTRAS INTERVENÇÕES 2009-2013


VÍTOR OLIVEIRA JORGE (CEAACP)
2009-2013
COMUNICAÇÕES, PALESTRAS, CURSOS
E OUTRAS INTERVENÇÕES

2013

18 JANEIRO – Conferência (aula de mestrado/doutoramento) no Museu de Mação sobre arqueologia e sociedade numa perspectiva crítica, a convite do Prof. Luiz Oosterbeek
8 MARÇO – Primeira sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Giorgio Agamben (3 h.).
15 MARÇO – Segunda sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Giorgio Agamben (3 h.).
23 MARÇO – Conferência (aula do curso de doutoramento) na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da UP sobre Agamben, Zizek e Stiegler, a convite do Prof. Joaquim Coimbra.
5 ABRIL – Terceira sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Slavoj Zizek (3 h.).
12 ABRIL – Quarta sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Slavoj Zizek (3 h.).
15 ABRIL – Começo do Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP, em que fui formador (cada sessão 3 h.)– sessão sobre Jacques Lacan
19 – Quinta sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Bernard Stiegler (3 h.).
22 ABRIL - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Michel Foucault
26 ABRIL – Sexta sessão do Seminário sobre Pensamento Crítico Contemporâneo na Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa – sobre Bernard Stiegler (3 h.).
29 ABRIL – Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jacques Derrida.
6 MAIO – Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Judith Butler.
13 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Giorgio Agamben
20 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Slavoj Zizek
27 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jean Baudrillard.
3 JUNHO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jean-François Lyotard.
21 a 23 NOVEMBRO – Participação no I Congresso da Associação dos Arqueólogos Portugueses, em Lisboa (Biblioteca Nacional e Museu do Carmo), com uma comunicação (publicada nas actas, em formato CD) sobre questões teórico-práticas da arqueologia, apresentada de colaboração com Florbela Estêvão.
Participação com comunicação colectiva (apresentada por Ana Vale, em representação da equipa, xomposta ainda por João Muralha Cardoso e Sérgio Gomes, e publicada online) no III Encontro do CITCEM sobre Paisagem, Mterialidade e Imaterialidade (FLUP). A comunicação incidiu sobre “paisagens calcolíticas” do Alto-Douro, a partir das investigações realizadas no concelho de Foz Côa.
11 DEZEMBRO – Aula de licenciatura, dada de colaboração com Florbela Estêvão, na FLUP, cadeira de História da Arqueologia, leccionada pela Profa Alice Semedo.
20 DEZEMBRO – Aula aberta de doutoramento, na UNL- FCSH, a convite do Prof. André Teixeira, sobre a importância do pensamento crítico em arqueologia. Título: “A arqueologia tal como a tenho vivido, nas últimas quarto décadas”.
2012
8 e 9 MARÇO – Colóquio sobre Giorgio Agamben no Centro Unesco do Porto, organizado pela SPAE e pela ADECAP. Coordenação minha e de Luís Carneiro
16 ABRIL – Começo do Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP, em que sou formador (cada sessão 3 h.)– sessão sobre Jacques Lacan
23 ABRIL - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Michel Foucault
30 ABRIL - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jacques Derrida.
7 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Judith Butler.

14 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Giorgio Agamben
21 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Slavoj Zizek

28 MAIO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jean Baudrillard
4 JUNHO - Curso de Pensamento Crítico Contemporâneo na FLUP – sessão sobre Jean-François Lyotard

5 JUNHO – Conferência em Coimbra, no Museu Machado de Castro, sobre “A Arqueologia do ponto de vista do pensamento crítico contemporâneo: alguns tópicos”. Organização do estudante Tiago Gil.
28 SETEMBRO – Aula na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto – curso de doutoramento em Educação Artística – a convite do Prof. Doutor José Paiva, sobre “Contributo de Slavoj Zizek para um pensamento crítico radical da contemporaneidade: algumas linhas de força – a fusão da psicanálise lacaniana com uma nova leitura de Hegel”.
25 OUTUBRO – Conferência na Associação dos Arqueólogos Portugueses (Museu do Carmo, Lisboa), a convite da sua Secção de Pré-história, intitulada: “Algumas propostas para um encontro urgente: arqueologia e pensamento crítico contemporâneo”.

2011

28 e 29 JANEIRO – Intervenção, com comunicação convidada, e durante todos os debates em inglês, na workshop “Time, Practice and Subject in the Prehistoric Past”, organizada pelos doutores Lesley McFadyen e Sérgio Rodrigues (FLUP)
4 ABRIL – 1ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Lacan.
11 ABRIL - 2ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Michel Foucault.
17-20 ABRIL – participação, com comunicação no congresso da SIEF, na Universidade Nova de Lisboa (FCSH). Apoio do CEAUCP.
2 MAIO - 3ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Derrida.
9 MAIO – 4ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Judith Butler.
16 MAIO – 5ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Giorgio Agamben.
23 MAIO - 6ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Slavoj Zizek.
30 MAIO - 7ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean Baudrillard.
6 JUNHO - 8ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean-François Lyotard.
11-30 SETEMBRO (regresso a 1 de Outubro) – Missão no Brasil, com cursos intensivos e conferências nas Universidades Federal do Rio de Janeiro e do Recife, bem como na Faculdade Damas, do Recife, e na extensão universitária de S. Raimundo Nonato (Piauí).  Temas abordados: “Cultura material, património e identidades culturais”  (programa de Pós-graduação em Arqueologia – Museu Nacional- UFRJ); “Trabalhar em Arqueologia com Espírito Crítico”; “Há condições para uma sociedade onde a arqueologia tenha lugar?”; Slavoj Zizek: que nos traz de novo este pensador esloveno?”; Giorgio Agamben: que nos traz este pensador italiano?” (Programa de Pós-graduação em Letras, Universidade Federal de Pernambuco). Visita a números museus no Rio de Janeiro e Recife, bem como ao Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí), orientado sempre por colegas brasileiros. Aquisição de bibliografia e iniciação de numerosos contactos com colegas daquele país.
21 OUTUBRO - 1ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Jacques Lacan.
24 OUTUBRO – Conferência em Coimbra, a convite do CEAUCP, para estudantes e docentes de arqueologia e outros interessados, intitulada “Existem alternativas para pensar a arqueologia e a história?”
28 OUTUBRO - 2ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Michel Foucault.
4 NOVEMBRO - 3ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Jacques Derrida.
11 NOVEMBRO - 4ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Judith Butler.
18 NOVEMBRO - 5ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Giorgio Agamben.
24 NOVEMBRO – Participação em Coimbra (FLUC), com comunicação, no congresso “Why Culture?”, organizado pelo Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
25 NOVEMBRO - 6ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Slavoj Zizek.
30 NOVEMBRO – Lição, na Faculdade de Letras do Porto, sobre arqueologia contemporânea, a convite da docente daquela Faculdade, Alice Semedo.
2 DEZEMBRO - 7ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Jean Baudrillard.
9 DEZEMBRO - 8ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Livraria Ler Devagar, Lisboa. Sessão sobre Jean-François Lyotard. Realização de consultas na biblioteca do ICS, Lisboa.
14 DEZEMBRO – Segunda lição, na Faculdade de Letras do Porto, sobre arqueologia contemporânea, a convite da docente daquela Faculdade, Alice Semedo.

2010


11-22  JANEIRO – Missão em Montpellier (participação com comunicação sobre sítios calcolíticos do NE de Portugal) e Paris
11 FEVEREIRO – Palestra (com outros autores) sobre poesia, integrada no ciclo da UP “Diálogos com a Ciência” – Reitoria da UP
19 ABRIL - 1ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Lacan.
26 ABRIL - 2ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Michel Foucault.
3 MAIO -  3ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Derrida.
10 MAIO - 4ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Judith Butler.
17 MAIO - 5ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Giorgio Agamben.
24 MAIO – 6ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Slavoj Zizek.
31 MAIO -  7ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean Baudrillard.
7 JUNHO – 8ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean-François Lyotard.
13 OUTUBRO – Lição de sapiência para assinalar o início do anio lectivo na FLUP – “A Arqueologia e as suas Metáforas”.

2009


22-29 MARÇO – Missão no Canadá e EUA
20 ABRIL - 1ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Lacan.
27 ABRIL - 2ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Michel Foucault.
4 MAIO -  3ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jacques Derrida.
11 MAIO - 4ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Judith Butler.
18 MAIO - 5ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Giorgio Agamben.
25 MAIO – 6ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Slavoj Zizek.
1 Junho - 7ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean Baudrillard.
8 JUNHO – 8ª sessão (3 horas) do curso de formação contínua sobre pensamento crítico contemporâneo que dei na Faculdade de Letras do Porto. Sessão sobre Jean-François Lyotard.
23-28 Junho – Missão na Croácia (Zagrebe) – Participação com comunicação no Congresso Internacional PSI – Performance Studies International.
17-22 – Missão em Durham, RU (participação no TAG com comunicação e coordenação de uma sessão).

domingo, 12 de janeiro de 2014

Zizek - Lisbon, April 2014


CALL FOR PAPERS

We accept proposals for papers to be presented to the conference "Living Dangerously - Colloquium ZIZEK " (Lisbon, Faculty of Arts, 10-11 April 2014). The aim of the symposium is to open a space for critical discussion of contemporary times having as background the perspectives of Slavoj Zizek, which should be taken as an interlocutor in particular readings of Hegel, Lacan and prospects linked to the contemporary (aesthetics , politics, ideology) .
To participate, you must submit a title and abstract to 300 words, accompanied by personal data (name, qualifications and institution), until February 15, 2014. Please send it to: congressozizek2014@gmail.com
The list of selected proposals will be announced by the 20th of February 2014.
Papers should not exceed 20 minutes of exposure, to be followed by a discussion period . The official languages of the meeting are: Portuguese , Spanish, French , English and Italian .
Organising Committee: Antonio Caselas (CFUL) , Gonçalo Leite Velho ( IPT - Tomar) , José Caselas (CFUL) and Vítor Oliveira Jorge (University of Porto).